jump to navigation

O Sacrifício de Judas setembro 2, 2009

Posted by eliesercesar in Poesia.
trackback

Judas

I

Queimaram aquele que entregou o filho do homem.

Por que não malharam o homem

que entregou o filho à morte ?

Quem mais malharam?

A vizinha chata,

o banqueiro que legitimou os juros,

o governo que legitimou o banqueiro

que legitimou os juros?,

O motorista embriagado que provocou grave acidente,

o mau funcionário, a irmã argentária,

a patroa que humilhou a empregada, estes também

foram malhados no Sábado de Aleluia ?

Depois da cerimônia dos lava-pés,

quem beijou os pés do homem segurando uma cuia?

II

Todos os traidores foram malhados?

Jamais entregue fósforo à inquisição,

porque a chama é outra.

III

É do tolo se deixar enganar.

E da religião enganar com luzes.

Aí — na doméstica ceia —

há quantos Judas,

entre o peixe, o vinho e a verdade?

IV

Chega de incensar o pai que sacrificou o filho bom.

Deus não salvou Jesus.

Que ao menos salve Judas.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: