jump to navigation

O ENCONTRO COM O MAGO – CAPÍTULO 10 outubro 9, 2010

Posted by eliesercesar in Akizar, a palavra mágica..
trackback

Onde se informa como um jovem perdido numa desconhecida montanha e sozinho no mundo se torna, pelos sortilégios de um taumaturgo, a esperança da humanidade  e, à sua própria revelia, vira o Vigilante dos Caminhos Sem Medo.

Escalei a Montanha do Topo Celestial com três amigos. Depois de um dia da aventura, eu me perdi na mata densa. Passei três dias comendo frutos do mato e a bebendo a água que trouxera num cantil. No terceiro dia perdi as esperanças de ser encontrado. Afinal, ninguém conseguiu regressar depois de ter passado dois dias perdido naquela montanha. Naquele dia desmaiei de fome e sede. Acordei horas mais tarde, junto a um homem estranho.

– Não tenha medo. Sou o Mago Rekerk. Você dormiu muito tempo – disse o desconhecido, que parecia velar por meu sono.

Olhei para mim e não contive o espanto, pois estava mais forte, os cabelos compridos, a barba espessa, as mãos e os pés grandes. Não era mais o adolescente que havia subido à Montanha do Topo Celestial. Quando tentei balbuciar alguma frase, percebi que a voz engrossara. Eu havia dormido muitos anos. Quantos?! Ó Deus, já estariam mortos meus pais e meus irmãos, debaixo da terra os meus amigos ?

O Mago Rekerk confirmou as minhas suspeitas.

Seus pais, seus irmãos e seus amigos morreram todos, há muito tempo. Perecerem na guerra que destruiu a Civilização da Coca-Cola em Drágea e grande parte do planeta. Sua sorte foi ter se perdido na montanha e tê-lo encontrado – revelou Rekerk.

Minha primeira reação foi de descrença; o velho deveria ser maluco, um desses ermitões que andam por aí, nas grutas, a falar asneiras.

– Não sou maluco. Ermitão,vá lá. Sou o Mago Rekerk – disse o estranho, numa voz grave e com tal convicção que me desnorteou, ainda mais porque adivinhara meu pensamento.

E se tudo aquilo não passasse de um sonho ? Tentei me aferrar a esta possibilidade.

– Não é sonho. Preste atenção. – ordenou Rekerk.

Num estalar de dedos, as imagens apareceram diante dos meus olhos incrédulos, como se projetadas numa tela invisível. Vi cenas de combates, morticínios, carnificinas, ataques por terra, mar e céu, cidades inteiras em chamas. Por último, o esforço dos sobreviventes para tentar reconstruir o que restou.

– Que filme de guerra é esse, Mago ? – perguntei, angustiado.

– Filme coisa nenhuma. Foi o seu mundo se acabando. Há muito tempo – respondeu.

– E agora, Mago, o que vai ser de mim ? Não tenho mais ninguém – afligi-me.

– Não se apoquente à toa, homem. Você foi uma das poucas pessoas que sobraram para contar a história . De agora em diante, você será o Vigilante dos Caminhos Sem Medo

–          Vigilante de quê ?

–          Dos Caminhos Sem Medo.

–          E eu lá quero ser vigia, Mago.

– Não é um vigia qualquer, mas o homem que zelará por esta terra desolada, colocando a força e a inteligência sempre a serviço das boas causas. Eu mesmo poderia me encarregar dessa tarefa, mas já estou muito velho e cansado, passo a missão para você. Agora preste bem atenção. – pediu Rekerk, com gravidade. – Vou lhe ensinar uma palavra que lhe protegerá de todos os perigos. Ela só terá efeito se pronunciada com fé e boa intenção.

Achei novamente que o velho estava gagá.

– Gagá está este mundo. Não duvide de mim – bradou o Mago – ou eu não lhe ensino nada e você terá que se virar sozinho.

Achei prudente não pensar em nada.

– Isso mesmo, é melhor do que pensar besteira. – Rekerk ainda brincou antes de me ensinar a palavra mágica.

Depois, o Mago previu que eu conquistaria uma certa Princesa dos Olhos de Cristal, para perdê-la em feroz batalha e recuperá-la um dia, com a ajuda de um tal de Magnânimo Guardião das Torres Submersas, a fim de que tivéssemos um misterioso Cavaleiro da eterna Harmonia.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: