jump to navigation

HISTÓRIAS DE MARINHEIROS 2 abril 4, 2011

Posted by eliesercesar in Sem categoria.
trackback

O Desbravador dos Sete Mares chegou ao porto de Salvador, depois de longa missão comercial. O capitão e sua rude tripulação foram brindados com uma festa ao ar livre. A banda de música do Distrito Naval tocava marchinhas carnavalescas. Como sempre o capitão – ou melhor, o intrépido leão do mar, como já fora chamado – tomava todas, tudo que contivesse álcool e passasse ao seu alcance, desde que houvesse um garçom, uma bandeja, um copo, uma tulipa ou uma taça, pouco importava o recipiente.

Mulata fornida, a Ministra da Diversidade Racial passou pelo meio da tripulação em traje de gala e ordenada num corredor polonês. Rebolando para lá, rebolando pra cá,  acabara de passar pelo intrépido lobo do mar, que não perdeu tempo. Com  mão de urso polar e ovacionado pela fiel tripulação, apertou a bunda da convidada especial como quem espreme a banda de uma laranja e disse:

– Se fosse um barco, seria o Sereia Negra.

Anúncios

Comentários»

1. josivan pas da silva - setembro 22, 2011

em que ano aconteceu tudo isso?
por que aconteceu? quem era o conmandante da tripulação? quem mandou fazer tudo isso?
quais seria as regras da tripulalação?

eliesercesar - setembro 22, 2011

Meu caro Josivan, o conto não conta tudo, Já o miniconto insinua.
Abs

2. josivan pas da silva - setembro 22, 2011

cara eu achei que muito louco muito massa


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: