jump to navigation

NOVA CARTA DE AMOR PERDIDO fevereiro 25, 2013

Posted by eliesercesar in Poesia.
trackback

ausência
Impossível enumerar  tua ausência.
Tua ausência é como as dores e os ventos:
abstrações que refazem os meus tormentos.
O sorriso anterior à partida,
signo de traição e embriaguez,
é mesmo vã lembrança, gesto humano;
como a flor cinzenta
que germinou
na outra aurora
de tua face.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: