jump to navigation

PÉROLA NEGRA abril 23, 2013

Posted by eliesercesar in Resenhas.
trackback

Imagem

Tradição e modernidade se digladiam na peça O Leão e a Joia, primeiro livro lançado no Brasil (pela Geração Editorial) do nigeriano Wole Soynka, Prêmio Nobel de Literatura de 1986. No drama, o passado imemorial está representado pelo Bale (chefe de aldeia ou província iroubá) Baroka e o futuro que acena para uma nova ordem encarnado pelo professor primário Lakunle. Maturidade e juventude, o velho e o novo a defenderem caminhos opostos e irreconciliáveis.

Entre o guardião da tradição e o arauto do progresso, a bela Sidi,a joia da aldeia, a pender para lá e para cá, como o fiel da balança entre  os dois tempos distintos. À véspera do Dia da Consciência Negra, Wole Soynka esteve em Salvador, onde visitou terreiros de candomblé e lançou o livro na Academia de Letras da Bahia (ALB), à convite da Fundação Pedro Calmon.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: