jump to navigation

TRAGÉDIA GREGA maio 6, 2014

Posted by eliesercesar in Poesia.
trackback


Tragédia
I

São as forças cegas do destino
que me colocam ante o que não sou,
o que não quero ser, não deveria ser,
mas, fatalmente, serei, por conta
dessas forças cegas do destino.

II

Tiram-me (as forças cegas do destino),
o sentimento, a alegria e o tino.
Também a sorte,
se impele para o sul,
quando andejo o norte.

III

Calmo e ancestral a mim,
me sentarei à sombra
de nenhum jardim,
para muito meditar sobre
as forças cegas do destino.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: